sábado, 4 de outubro de 2008

Fechada pra balanço.


Ontem me estressei profundamente com uma pessoa que eu amo muito, foi estranho. Fiz questão que ninguém percebesse, nem ele. Não sei se consegui, às vezes pensamos ser "o mistério" quando nosso verdadeiro sentimento trasborda, sai pelos poros e aparece escrito na nossa testa. Mas acho que fui discreta.


Comecei pensando cá comigo:



Esta pessoa é muito intransigente,


quer tudo do seu jeito,


só porque é bom no que faz e sabe disso.


Daí... ninguém mais pode estar certo?


Ainda fica com essa cara de


"ah, não me importo de estar com a razão, só quero que você entenda, meu bem".


Ai que saco!


As pessoas estão certas...


meu bem é uma pessoa muuuuuito metida, auto-suficiente, acredita-se melhor mesmo...



Me sentei quieta na minha, com minha voz rouca, meus pensamentos voando, minha tpm explodindo, minha ironia visível e fiquei olhando pra cara daquela pessoa.



Olhei bem nos olhos dele e vi minha injustiça com aqueles olhos felizes, com aquele sorriso constante e tão sincero.

Aqueles olhos que sempre, meu Deus, seeeeeempre estão certos.


Eu realmente estava errada, ele só queria que eu entendesse de verdade, ele não era intransigente, eu é que era intolerante.

Sei que não é fácil conviver comigo e, às vezes, vejo defeitos nas pessoas que amo e, por não saber lidar com eles, acabo exagerando.


É tão raro alguém que suporte minhas loucuras, minhas contradições, meu orgulho, meu ar de independente e auto-sufuciente, suporte minha cara de metida e meu ar de dona da verdade. Alguém que mesmo sabendo que eu sou chata, está do meu lado pra tudo; que briga comigo quando eu faço besteira, alguém que me ajuda incondicionalmente, alguém que me ama e faz questão de demonstrar isso em cada gesto, em cada fala, em cada mensagem ou telefonema.


Daí... eu vi o quanto eu preciso mudar e o quanto eu me acomodei com o lugar em que estou. Daqui pra frente: Fechada pra balanço e arrumando as malas pro futuro.

É isso aí.

6 comentários:

lacarvalhedo disse...

Fechada para balanço?
Só não nos abandone, por favor xD
Raro mesmo encontrar pessoas que nos entendam, por isso precisamos cuidar delas...^^

E, ah propósito...
para mim, a beleza sempre, mas sempre está nos olhos e no coração de quem vê.
Se vc gosta do diferente, ele vai lhe parecer belo, independentemente de qualquer padrão estabelecido ^^
O exótico sempre me agradou :D

p.s: "dona moça", apelido da vovó. *-*

;*

MauMachado disse...

O mais complicado de uma relação é o jogo de dois: entender e ser entendido.
Só o tempo nos dá aprendizado e a conseqüente maturidade para o convívio do relacionamento. Por isso dona moça se esforce um pouco mais!! O amor de verdade merece^^!
Bjão!!

Vinícius disse...

O texto tá ótimo, filosófico, mas é um pouco difícil identificar o destinatário da mensagem ¬¬°

Mas mesmo assim dá p pensar um pouco.

Obs: E desiluda-se, pois eu seeempre tou certo...
xD

=******************

Iasminne Fortes disse...

'É tão raro alguém que suporte minhas loucuras, minhas contradições, meu orgulho, meu ar de independente e auto-sufuciente (...)'

Me identifiquei muito com esse trecho. Muito!

'E que a nossa loucura, seja perdoada...'

Beijos

Iasminne Fortes disse...

Oie, tudo bem que não é da área de publicidade mas que legal que você gosta das propagandas haha =]
Então, vc pode me linkar, sim... já favoritei vc em meu blog.

super beijo!

Cacau disse...

parabéns por reconhecer seus erros, mas não se menospreze, ok?! Se sente dúvidas, demostre.

Beijos, xará!