quarta-feira, 3 de junho de 2009

E a gente se ilude dizendo já não há mais coração.

E quando eu achava que estava no rumo certo, vem o papai e me mostra que o meu mapa 'tava de cabeça pra baixo.

Então, cá estou eu... naquela velha encruzilhada. Ensaiando diálogos com o espelho:

"Não queria que você fosse, mas eu simplesmente não te agüento mais.
Olha, é daquele jeito. Você fica, se resolve e daí vai embora. Porque ir com a vida torta desse jeito, não vai funcionar e você vai voltar mais torta do que saiu."

[Porque eu sei e você sabe, apesar de não querermos acreditar: Não vai dar certo.]


.

2 comentários:

Yam disse...

Calma, meu bem.
Daqui a pouco tudo se ajeita.

=*

Vinícius disse...

Ou não, vai dar certo e você e ela não sabem. Ou não, nai vai dar certo mesmo. Mas, quem sabe?
Quem sabe o inaguentável de hoje seja a saudade de amanhã. Quem sabe o torto vira reto, o cabeça pra baixo é o certo, a encruzilhada desencruzilha-se.

Tempo. Ao tempo.

=*